Sobradão do Porto - FundArt

Aberto à visitação, oferece espaço para exposições de arte, artesanato, fotografia, além de oficinas culturais que incentivam a produção artística e valorização da cultura e suas tradições. Principal patrimônio histórico de Ubatuba, o Sobradão do Porto está localizado na Praça Anchieta, nº 38, no início da Rua Balthazar Fortes, no centro da cidade.

Site: http://fundart.com.br/

Email Público: contato@fundart.com.br

Endereço:

País:

Região:

Estado:

Mesorregião:

Microrregião:

Município:

Zona:

Subprefeitura:

Distrito:

Descrição

O Sobradão do Porto foi erguido em 1846, por um rico comerciante, fazendeiro, plantador de café, proprietário de uma vasta área da região litorânea, o armador português Manoel Baltazar da Cunha Fortes, que aportou no Brasil com a vinda da Família Real, em 1808. Surge, então, um imponente sobrado nas proximidades do porto, nas cercanias da foz do Rio Grande.
O prédio composto por dois andares superiores era de fato uma arquitetura inovadora. O primeiro pavimento servia como um rústico armazém, onde se guardavam e negociavam toda a mercadoria de sacas de café, algodão, fumo, cana-de-açúcar e aguardente que circulavam na época, tanto produzida em Ubatuba como em toda região do Vale do Paraíba. Já o segundo andar foi utilizado como residência por sua numerosa família.
Baltazar faleceu por volta de 1874 e deixou o Sobradão para uma de suas seis filhas, Dona Benedita Fortes Costa, que manteve a majestade do prédio até mesmo durante o período de decadência econômica da cidade, quando o Porto de Ubatuba foi desviado para Santos, com a construção da estrada de ferro que interligou São Paulo ao Rio de Janeiro ao longo do Vale do Paraíba. Neste período muitos casarões da elite local foram abandonados. Com o tempo, praticamente todos ruíram ou foram demolidos, com exceção do Sobradão do Porto, que em 1926 passou a abrigar o Hotel e Restaurante Budapest.
Dois anos depois, o edifício foi vendido pelo herdeiro Oscar Costa à Companhia Taubaté Industrial – CTI, de Félix Guisard. Data dessa época o maior número de alterações sofridas no edifício e na área vizinha, onde foram construídas pequenas casas, que serviam de Colônia de Férias aos funcionários da CTI.
Em 1959, o Sobradão do Porto foi tombado pela Secretaria do Patrimônio Histórico, Arqueológico e Arquitetônico Nacional – SPHAAN. Mais tarde o valor Histórico e Arquitetônico do Sobradão do Porto também foi reconhecido com o tombamento pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arquitetônico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo – CONDPHAAT.
Em 1981, o Sobradão foi desapropriado pela Prefeitura Municipal e, em 1987, tornou-se a sede administrativa da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba – FundArt. Na década de 80, foram realizados trabalhos de restauro da parte estrutural do prédio, com verbas do Ministério da Cultura sob a supervisão do SPHAAN, de São Paulo. O contato com o IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional foi retomado em 2001, para a assessoria técnica especializada visando serviços emergenciais de conservação.

Critérios de uso do espaço

Aberto ao Público

Vídeos

Galeria

evento entre e

Publicado por

FundArt - Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba

A Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba – FundArt é pioneira no Litoral Norte, com mais de 25 anos de atuação no campo da cultura. Tem por finalidade planejar e executar a política cultural do Município de Ubatuba por meio da execução de programas, projetos e atividades que visem ao desenvolvimento cultural.